Notícias
Geral - 16/04/2020
Abril a esperança

Abril a esperança

Vivemos um tempo de incerteza, onde uma nuvem cinzenta ofusca o horizonte, deixando em nós impregnado um intenso medo.
A quarentena continua. Isolada, uma grande parte da população, dia a dia, tenta ser criativa e se adaptar ao confinamento. Outros estão na rua. Uns da área de saúde, arriscando a própria vida, encontram-se na linha de frente, buscando salvar pacientes infectados por esse vírus mortal. Mas existem aqueles que também estão pelas ruas e estradas cumprindo uma missão, não menos importante, ou seja, manter a sociedade abastecida de alimentos, medicamentos e outros itens necessários nesse período de guerra contra um inimigo imperceptível.
Mas é preciso a compreensão de que em momentos como os que agora vivemos, as questões de embate políticos devem ser deixados de lado, haja vista que há um inimigo comum denominado COVID19, o qual só será vencido com brevidade se houver união de todos. Falam tanto em democracia, mas por que não há diálogo e equilíbrio para se afastar as diferenças e se caminhar nesse instante cinzento de mãos dadas?
É incompreensível e, porque não dizer: inaceitável a ausência de diálogo. O povo diante disso fica no corredor da incerteza. Não sabe em quem acreditar, só restando pegar-se a Deus, já que enquanto a vaidade e a insanidade pelo poder se agridem, falta a efetividade de ações para salvar vidas. É necessário compromisso e maturidade. Vamos deixar os holofotes de lado e trilhar pela organização de planejamentos conjuntos visando vencer essa guerra, senão, pagaremos um preço muito alto.
As águas de março já ficaram para trás. Agora que venham os ventos de abril e, que surjam com o dom da esperança, principalmente, fazendo com que o homem possa refletir e encontrar veredas de união e condução coesa de medidas para o aniquilamento dessa pandemia. Deus nos proteja!!
ONALDO QUEIROGA


Deixe o seu comentário abaixo, através do Facebook !    




Onaldo Queiroga
Todos os direitos reservados